quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Amor pelos Animais


Chispita e Bob Marley Harley Davidson

Sempre gostei muito de animais, desde de pequena. Para quem acompanha o blog ou me conhece sabe que sou apaixonada por beagles! 


Nunca fui contra a comprar um cachorro ou gato de raça, eu tenho vontade de comprar um futuramente, só não acho justo algumas coisas que acontecem para conseguir alcançar um padrão perfeito ou para poder ganhar mais dinheiro... mas isso é uma polemica que não quero discutir aqui e também acho que existem outras possibilidades de você conseguir um companheiro que vale a pena.

O que gostaria de falar hoje é que tudo bem você querer comprar um animal de raça, mas antes de tomar essa decisão pense muito bem, se você tem condições de ter um animal que vai precisar de atenção e cuidados, se você consegue bancar os gastos e dar amor e oferecer companhia pelo resto da vida dele, e pense antes se não vale mais a pena adotar. 

Existem tantos animais abandonados no nosso país, acho que vale a pena ir em alguma feira de adoção, conhecer ONGs, e pelo menos dar uma chance para esses animais que não tem um lar. Se você não puder adotar, pelo menos tente fazer uma doação, mesmo que for pequena. Levar aqueles jornais velhos que você ia descartar no lixo para uma ONG pode fazer muita diferença. 

Eu sei que esse assunto é complexo, não adianta só adotar, tem que controlar também a população dos animais, as pessoas tem que ter mais consciência sobre como é ter um animal de estimação, sobre abandono, sobre deixar um animal não castrado passear na rua e voltar depois para casa e etc... há muita coisa para ser reparado, mas acho que cada um tem que fazer um pouco e aos pouquinhos podemos mudar muita coisa!

Esse post é uma pequena contribuição que posso fazer no momento. Quem sabe alguém leia e pense mais sobre o assunto, só isso já vai me fazer satisfeita, e se alguém que ia comprar um animal resolver adotar ou tentar fazer algo para ajudar uma ONG por exemplo, vai me deixar mais feliz ainda.

Também quis fazer esse post para compartilhar algumas experiencias que tive. São pequenas histórias...

As vezes acho que a vida nos coloca em situações que não sei explicar...só fico muito grata por ter acontecido, parece que alguém planejou tudo antes de acontecer...

Eu tenho um cachorro de raça. 
Uma pessoa achou um beagle na rua e trouxe ele para casa pensando que era meu, pois eu tinha um da mesma raça. Eu estava fora de casa quando recebi uma ligação do meu pai avisando que trouxeram um beagle perdido para casa, na hora eu quis voar para casa para ver!
Lembro da primeira vez que vi o Sr. Beagle... Logo que cheguei em casa eu vi uma cabecinha simpática com os pelos brancos indicando já ser um senhorzinho saindo de uma caixa de papelão. Ele levantou a cabeça e saiu da caixa feliz vindo em minha direção, parecia que já me conhecia. Na hora me deu um aperto no coração... uma vontade de chorar, uma mistura de alegria e tristeza, lembrei logo do meu beagle Marley, que infelizmente não está mais comigo... Brinquei bastante com ele, estava todo feliz, dava para perceber que estava perdido há um tempo, era possível ver suas costelas, estava  muito fraco, tinha dificuldade de andar, levantar e estava com muita diarréia. Eu não sabia seu nome e comecei a chama-lo de Sr. Beagle. 
Logo encontramos o seu dono, mas ele não tinha condições de cuidar do Sr. beagle e disse que eu podia fazer o que quiser com ele. Na época fiquei tão nervosa, que nem consegui perguntar qual era o seu verdadeiro nome. Bom... pensei...vida nova, novo nome! rsrs não era porque ele era um idosinho que não merecia uma segunda chance. Acabamos ficando com ele. Na verdade ele já ganhou meu coração no primeiro dia que o vi.
Hoje tenho que tomar cuidado para o Sr. Beagle não ficar muito acima do peso. Ele não tem mais dificuldade de se levantar, está correndo pela casa, adora latir na garagem e toda vez que olho para ele, ele retribui com um olhar lindo e o rabo abanando. 
Ele veio para casa em uma época difícil e trouxe muita alegria para minha família. Não entendo por que ele apareceu na minha vida, mas fico muito grata pelo acontecimento.
Ps: Antes do Sr. Beagle eu tive o Bob Marley Harley Davidson que foi outro beagle resgatado, um anjo que apareceu na minha vida. Infelizmente ele não está mais comigo, não entendo porque ele foi tirado da minha vida, mas assim que o Marley partiu a vida me presenteou com o Sr. Beagle.


Sr. Beagle


Outro cachorro de raça que tive foi o Bob Vô, um Golden Retriever, nunca passou pela minha cabeça ter um!
Um dia em um banho e tosa movimentado da cidade parou no estacionamento um carro preto grande que chamou a atenção de todos os funcionários do local. 
Um homem de óculos escuros desceu do carro. Ele trouxe seu golden para banho, era cliente novo e fez o cadastro na loja. A funcionária disse que assim que terminasse o banho entraria em contato. O homem foi embora e assim que o banho terminou a funcionária tentou entrar em contato com o proprietário, mas a ligação só caia na caixa postal, as horas foram passando e o banho e tosa ia encerrar o expediente. Um funcionário colocou o golden no carro e levou ao endereço de cadastro, mas o endereço não existia...
O Bob Vô era um golden idoso, cego com tumor no baço. Acabou sendo encaminhado para o Hospital Veterinário da cidade onde foi muito bem cuidado, até fizeram a cirurgia de retirada do baço com tumor. Ele era muito carinhoso e quem acabou ficando com ele..? Sim! Eu não resisti e trouxe ele para casa. 
Eu queria que pelo menos no final da vida dele ele tivesse carinho e se sentisse amado. Ele não enxergava, mas aprendeu o caminho sozinho para chegar no meu quarto e assim que colocava a patinha dentro do meu quarto abanava o rabo. 
Infelizmente ele passou pouco tempo em casa, mas foi muito amado e todos de casa sentimos muita saudades.  




Savannah cat

Meu sonho é ter um Savannah, mas não sei se um dia vou ter um. Eu amo gatos, tenho vontade de ter um Bengal que é bem mais em conta que um Savannah, já cheguei a pesquisar criadores, mas quando chegou a hora de escolher um para ficar na minha vida, escolhi um gatinho preto que foi abandonado próximo do Natal na recepção do Hospital Veterinário da cidade. Ele era muito pequeno, mas logo que vi ele eu tive a certeza que ele iria trazer muita alegria para mim. Hoje ele é um gato enorme e obeso (não me orgulho dele ser obeso... mas não consigo evitar! ¬¬). 
Coloquei o nome dele de Shoyu e ele  trouxe uma energia muito boa pra minha mãe que estava entrando em depressão, por causa dele ela melhorou e até hoje, ele é o único que consegue deixar ela calma. 


Shoyu

Bom..aí pensei...já tenho 3 animais ( Chispita, uma cadelinha sem raça definida que roubei da minha prima, o Sr. Beagle e o Shoyu) não preciso de mais ninguém.

Um dia eu precisei ir ao banco e perto de uma avenida movimentada eu vi uma gatinha branca e preta de pelo semi longo, olhos verdes claros e narizinho bem rosinha, ela veio em minha direção e não aguentei, dei carinho e brinquei, mas eu tinha que seguir meu caminho e me despedi dela. Ela tentou me seguir, mas ainda bem que um cachorro latiu e ela se assustou e fugiu. Se ela tivesse me seguido poderia ter sofrido algum acidente na avenida.
Depois de uns 3 dias passei novamente no mesmo local e lá estava ela, novamente tentou me seguir, mas estiquei meu braço com a mão aberta fazendo um sinal para ela parar, ela sentou e me observou, atravessei a rua e ela permaneceu do outro lado apenas me olhando. No caminho de volta quem estava no mesmo local? Sim, ela mesma, começou a me seguir novamente. No meio do caminho encontrei um senhor e ele perguntou se a gata era minha, respondi que não. Então ele me contou que eram 2 gatos, ela e um branco, infelizmente o branco foi atropelado e morreu, só restou ela e ele não sabia onde estavam os donos. 
A gatinha me seguiu até em casa e quando minha mãe viu veio correndo trazer comida. Nossa! ela comeu desesperada, parecia que nunca tinha visto comida, minha mãe logo em seguida trouxe mais comida e um pote de água, a gatinha repetiu a refeição 3 vezes! 
Colocamos para dentro de casa e desde hoje não saiu mais. 
Conversei com o senhor que havia encontrado antes, que se o verdadeiro dono fosse procurar a gata naquele local era só me avisar. Mas a gente acredita que eles foram abandonados, procurei anúncios e não achei nenhum que se referia a gatinha.

Essa gatinha me surpreendeu com a persistência e com o interesse em me seguir. E não entendo por quê eu? Tantas pessoas passam naquela rua, será que ela seguia todos, ou me escolheu?
Eu queria ela para mim, ela é super carinhosa, não gosta de ficar sozinha, mas infelizmente não posso ter mais um animal. Encontrei um dono que sei que vai cuidar muito bem dela, acredito que vai cuidar até melhor do que eu poderia. Já estou sofrendo em saber que vou ter que me despedir dela, mas vai ser melhor para ela e isso é o que importa.



Vim escrever esse post para falar que não importa se é de raça ou não, eles vão trazer alegria em sua vida e eles não tem culpa de serem abandonados. 
Eu tenho vontade de ter animais de raça, eu tenho um beagle e não precisei pagar por ele. Eu tenho vontade de ter um bengal mas me apareceram esses dois gatinhos sem raça definida que conquistaram meu coração, eu me apaixonei tanto pelo cachorro da minha prima que acabei roubando dela rsrs (isso é uma outra história...mas minha prima teve que dar o cachorro dela para mim!). 

Tem muita gente que julga pessoas que compram animais de raça, não quero fazer isso, até compreendo que as vezes é melhor comprar um animal que você já conhece os padrões para poder se adequar a sua rotina. 

Muita gente critica pessoas que ajudam os animais e falam que tem que ajudar o humano.
Em vez de ficar criticando os outros acho que o mais importante é a gente ter alguma atitude que vai trazer benefícios, mesmo que seja um gesto pequeno, o importante é sempre tentar fazer algo para melhorar onde vivemos.

Bom é isso, hoje só queria abrir meu coração para vocês.

Um comentário:

  1. Lindo!!! Saudades imensas do Marley. Nosso anjinho de 4 patas. E o que disse é verdade. Nada está errado, comprar, adotar. O que vale é o amor que vai dar para essas criaturinhas!!!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...