terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Meu Primeiro Cruzeiro - Invadindo o Blog da irmã

(Porto de Cozumel - México)
Oieeee!!! 

Hoje quem escreve aqui é a espetacular, mega, top legal irmã da Erika!!!! Acho que ela nunca disse meu nome nesse blog, só minha profissão (comissária de voo) e as coisas que trago para ela (queria uma irmã assim também kkk). Pois sou a Leticia, prazer!!!

Resolvi invadir o Chat Preto, na verdade, fazer uma pequena contribuição (rs). Nas minhas férias em Outubro fiz um cruzeiro pelo Caribe. Meu primeiro cruzeiro!!! <3 

E fui, a literalmente, “marinheira” de primeira viagem. Nenhuma das minhas amigas tinham feito um cruzeiro antes, nem meus parentes. Tudo bem, o Diogo (meu noivo) tinha feito um cruzeiro universitário, mas ele mesmo disse que não conta. Então fiquei totalmente perdida, as dúvidas foram acumulando na minha caçola. Como seria? Vale a pena uma cabine interna? Comprar ou não pacote de bebida? Vou passar fome lá? Que roupa levar?

O Tico e o Teco já estavam enlouquecendo!! Resolvi procurar as respostas no nosso mestre dos magos: O Google. Mas não encontrei muita coisa. Então resolvi voltar da viagem, e escrever aqui minha opinião. Responder minhas próprias perguntas de forma simples.

Para o post não ficar gigantesco vou dividir em partes. Hoje vou falar tudo sobre a reserva do cruzeiro. Desde a escolha do cruzeiro, destino, pacotes de bebidas e excursões. No post seguinte falo sobre vestimenta, e no outro sobre a rotina no cruzeiro.

Então...Todos a bordo?!

Primeira coisa a se fazer é saber quando serão suas férias, ou se você tem a sorte de ter férias flexíveis, escolher o destino. Porque isso? Pois existe temporadas de cruzeiro. 

Por exemplo, no Caribe a temporada começa em Outubro e vai até fevereiro. Na Europa, vai de abril a outubro. E assim vai. No meu caso, eu tive que escolher o destino que melhor cairia em Outubro. Dentre as opções escolhemos o Caribe. Depois de definir o destino, tivemos que ver as datas, os navios e empresas disponíveis. As principais companhias são: MSC, Royal Caribbean, Pullmatur. Essas fazem cruzeiros de 7-8 dias. Caso queira um cruzeiro curto, saindo dos EUA existe empresas que fazem os mini cruzeiros (2 a 4 dias). E para quem tem filhos, ou adora a Disney, existe o Disney Cruise.

Escolhemos a RoyalCaribbean, na verdade escolhemos o navio (rs) o “Oasis of the Seas”, que é o terceiro maior navio de cruzeiro do Mundo (o 1º é o Harmony of the Seas, e o 2º o Allure of the Seas, todos da Royal Caribbean). E a rota escolhida foi:

- Fort Laurderdale (EUA)
- Labadee (Haiti)
- Falmouth (Jamaica)
- Cozumel (México)


(mapa da rota do Cruzeiro)

(Oasis of The Seas)

Fechamos com a CVC, uma cabine interna, como foi feito muito próximo ao embarque (meio que 3 semanas antes), o valor saiu R$ 2.157 por pessoa. Se fechar o pacote com meses de antecedência, é possível um valor melhor. Pela CVC podíamos parcelar em até 10x no cartão de crédito, não sei é possível parcelas pela Royal Caribbean. Os passeios, pacotes de bebidas, restaurantes, internet, tivemos que comprar pelo próprio site da Royal Caribbean.

Em relação a escolha da cabine, fiquei com medo sim. Com medo de me sentir claustrofóbica, dela ser mega apertada, de não entrar as malas (a minha por sinal era ENORME!), do quarto ficar a baixo do nível do mar. Mas me surpreendi! A cabine era bem espaçosa, confortável, e realmente, só íamos nela para dormir, tomar banho e se arrumar. E as malas entraram direitinho. Pelo menos na Royal Caribbean, nenhum quarto fica à baixo do nível do mar. Então se quiserem comprar uma cabine com janelinha, não se preocupem que não irão ficar vendo peixinhos rs. As cabines com varandas, tem o mesmo tamanho da interna, porém tem uma varanda. Do tamanho das de apartamentos pequenos de São Paulo. Então, se conseguir uma promoção boa, ok. Mas acredito que não compensa pagar R$1000 a mais só por causa da varanda. Há! Se estiver de Lua de Mel, ai acho que até vale a pena.


(cama queen, sofá, penteadeira, frigobar, e guarda-roupa)

(banheiro)

Assim que você fecha o cruzeiro, você recebe seu número de reserva. É preciso entrar no site da Royal Caribbean e fazer seu check-in, colocar suas informações. Imprimir um tipo de voucher e as etiquetas das bagagens. Isso é muito, mas muito importante!!! Essas etiquetas contém os dados da sua cabine, e servem para o carregador levar suas malas do porto até o navio. E é muito importante já deixar elas impressas para evitar correria no porto. Se não tiver impressora colorida, imprima numa lan house. Vai valer a pena pagar alguns reais por elas.




É no site da Royal, na sua conta, que você efetua a compra dos pacotes de bebidas, restaurantes, internet, passeios. E é possível cada hóspede adquirir seu pacote individual. E é onde surgem todas as grandes e mortais dúvidas. Eu vou já dizer o que fizemos e o porquê.
Pacotes de bebidas
Tem pacotes só de Coca Cola, bebidas não alcoólicas, todas as bebidas mais alcoólicas. A única que fechamos, na verdade o Diogo, foi a de Coca Cola, pois ele é viciado em Coca. Eu sobrevivi muito bem com as Bebidas oferecidas no cruzeiro, que são água, sucos artificiais (estilo Tang, sabores morango, limão, laranja), chá gelado e café. O pacote de Coca inclui todas as bebidas da marca (Sprite, Fanta, sucos minute maid, isotônicos). A pessoa recebe um copo refil, e pode encher nas maquinas distribuídas no navio.



Foto das máquinas que ficam espalhadas pelo navio


Copo que você ganha quando comprar o pacote de bebidas

Lógico que ficamos em dúvida se comprávamos ou não o pacote Premium que contem bebida alcoólica. Mas é muito caro, acho que estava dando uns R$1.200 para o cruzeiro todo (porque você comprar para todos os dia). E realmente não compensa. Só se o seu intuito de fazer o cruzeiro for ficar no navio bebendo todo dia. E o preço de uma cerveja, uma taça de vinho, não é nada exorbitante. Uma Heineken custa U$6,50 e um cocktail uns U$12. O problema é o nosso real estar tão desvalorizado. Olha a tabela com os valores dos pacotes de bebidas.




Além disso, pouca gente sabe, mas a Royal permite a entrada de 2 garrafas de espumante ou vinho por cabine. Outras bebidas alcoólicas são confiscados por eles, e devolvidos no último dia de cruzeiro. Nós embarcamos com 2 champagne.


(compramos próximo ao nosso hotel em Hollywood Beach)


E também é possível levar água, chá, café para os quartos. E comida também. Só pegar nos restaurantes e levar para o quarto. E o room service não é cobrado, mas tem que pagar a taxa de serviço, que acho que é de 15%.

DICA “ Jeitinho brasileiro”
Poder, não pode! Mas brasileiro sempre acha um jeito de se dar bem, certo? O que percebemos, se quiserem é possível pega apenas 1 pacote premium (bebida alcoólica inclusa) e dividir com seu parceiro. Como assim?! Eles não tem um controle tão grande em relação a quem está bebendo. Ou seja, você está linda na piscina bebendo seu Sex on the Beach, não vai aparecer um funcionário e dizer: Me mostra seu cartão de identificação (que é onde está o adesivo de compra do Pacote Premium). Então o que é possível fazer. Você adquire o pacote, vai num bar da piscina e pega 1 cerveja (eles entregam apenas 1 bebida por vez). Você deixa com seu acompanhante, mas não na frente do barman né? Vai até outro bar e pega uma para você!

O que aconteceu muito no restaurante durante o jantar, foi o Diogo pedir uma coca para ele, mostrar o adesivo e o garçom trazer uma Coca para mim também. Tentamos várias vezes dizer quer era só para ele, mas os garçons insistiam em trazer para mim também. Acho que na cabeça deles, se 1 comprou, o outro também. Quem sabe se você pedir uma taça de vinho, não venha outra?

Pacotes de Restaurantes
Além dos restaurantes que se pode usar livremente, há opções pagas. E a Royal disponibiliza a compra de pacotes de restaurantes, por exemplo, conhecer 3 restaurantes sai U$90 (entrada, prato principal, sobremesa). Nós até íamos fechar um pacote desse, mas o site estava com problema e deixamos para reservar no dia de embarque. Sim, você pode fechar tudo no 1º dia de cruzeiro.
No final, fomos convidados para um jantar exclusivo para apenas 16 pessoas, o Chef´s Table (farei um post só sobre ele), e acabamos não fechando nenhum pacote. Mas no próximo iremos fechar. Mas se não quiserem gastar com isso, não tem problema. Os restaurantes do Oásis Of The Seas são maravilhosos, há uma ampla seleção de comida. Pizzaria, hot dogs, hamburger, comida indiana, comida vegetariana. E no jantar a la carte comemos até lagosta!

(Lagosta!!!)

Quando fizer o check in no porto, você receberá um cartão que é sua vida no navio. Ele é a chave do seu quarto, seu “dinheiro” lá dentro, e onde estará escrito o nome do restaurante que será servido seu jantar e horário. O nosso era o American Icon, e a nossa agente deixou a opção “dinner timer”, ou seja, nós escolhíamos cada dia o horário que íamos jantar. A melhor coisa! Pois não ficamos presos a um horário pré estabelecido.

(cartão de identificação)

(faixada do restaurante)

Pacote de Internet
Sim, se quiser ficar conectado ao mundo precisa comprar um pacote de internet. Pois lógico, no navio, no alto mar não tem sinal de celular. Eu achava bobagem no começo, e li nos blogs que não valia a pena, que era caro e a conexão ruim. Mordi a língua...

O Diogo comprou o pacote, pois como ele tem um comercio, precisava se comunicar sempre com o Brasil. Mil beijinhos nele que decidiu fazer isso (rs) Ele nem comprou o melhor pacote, e mesmo assim foi ótimo! Conseguíamos falar com o pessoal aqui no Brasil, ver Facebook, Instagram kkkk

Mas como ele comprou só para um aparelho, só conseguíamos usar um celular por vez. Mas tudo bem. Então minha gente, vale a pena sim comprar um pacote de internet. Era engraçado, muita gente comprava durante o cruzeiro o pacote, porque sentia falta. Fizemos amizade com um casal americano, eles não tinham comprado, porque acharam bobeira. No terceiro dia, eles não aguentaram e adquiram um pacote kkk

E esse pacote vale a pena comprar antes de embarcar ok? Bem mais barato.

Passeios 
Pesquisei muito também. Várias pessoas falaram que não valia a pena fechar passeios pela Royal, que era mais caro. Antes de tudo eu pesquisei os locais que iamos parar e o que tinha para ser feito. E o que valia ou não adquirir pela Royal.

Em Falmouth, você desce no porto, e se quiser ir para uma praia, ou qualquer lugar, tem que pegar taxi. Eu li que os taxistas não são muito honestos lá. Eles veem que é tudo turista e cobram um absurdo. Já em Cozumel, você desce bem no centro, então é possível fechar passeios por conta. Mas eu resolvi fechar tudo pela Royal. Pesquisei os preços por fora e não vi muita diferença.

LABADEE - HAITI

Labadee é uma praia privada da Royal Caribbean, então é preciso fechar pacotes com eles, pois não vai ter nenhuma agência de turismo lá.

Resolvemos não fechar nada, a atração principal é descer de uma tirolesa. Eu queria muito, mas não ia pagar R$360 para fazer isso!!! 

O tempo quando desembarcamos também não estava ajudando. Meio nublado, até porque fazia apenas uns dias que o furacão Mattew havia passado por lá. Graças a Deus essa parte do Haiti não foi atingido. Então resolvemos apenas curtir a praia, tomar um solzinho e estreiar nossa GoPro (rs)

Dica importante!!! Quando chegar na praia, haverá várias espreguiçadeiras. E gente!!! Podem pegar e colocar onde quiser!!! Os “marinheiros" de primeira viagem não sabiam disso, perguntamos se tinha que pagar pelas cadeiras. E um funcionário da Royal disse que não e pegou para nós. Ai o que aconteceu?! Lógico que ele ficou esperando uma gorjeta, e a nota mais baixa que eu tinha na carteira era de U$10!! E lá se foram quase R$40 por 2 cadeiras. Burros!!! Dá Zero para eles kkkkk

Como a praia é da Royal, eles servem almoço. Então nessa parada você não precisa se preocupar em levar dinheiro para comer, e se quiser fazer qualquer passeio ou comprar algo, você pode usar seu cartão de identificação. Leve um pouco de trocado só para possíveis gorjetas. Ou se for se aventurar pela ilha e encontrar alguns nativos vendendo lembrancinhas. Lembrando que eles não podem entrar na praia, pois é particular.

Tentamos fazer um passeio de Jet Ski, mas começou a ventar muito! Então cancelaram o passeio. Por fim, acabamos voltando para o navio bem mais cedo. O dia até melhorou, como se pode ver na foto. Mas a praia não é das melhores, muita pedra para entrar no mar. Por isso achamos melhor curtir as piscinas do Oasis.

Há! Outra coisinha bem legal. Lá em Labadee tem uns armários para alugar. Acho quera U$ 5, e desconta no seu cartão de identificação. Mas eu deixei meu chapéu na nossa cadeira e quando voltei ainda estava lá kkk Igualzinho no Brasil.

(foto tirado com a GoPro. E olha as nuvens!!!)

 (o céu estava um pouco mais limpo)


FALMOUTH – JAMAICA

Pesquisei sobre a região, e aqui eu aconselho sim a comprar um pacote com a Royal. Você desce no Porto de Falmouth, e a unica coisa que se tem por perto são lojinhas! E para ter acesso as praias para banho, tem que pegar um taxi. E li que os taxistas lá "abusam" no preço para os turistas.

Aqui escolhemos o passeio da Margaritaville. Que estava incluso um passeio de catamaran, mergulho com snorkel, parada em uma praia privada, e day use no Margaritaville Falmouth. Valeu muito a pena!!! 
O hostel era muito animado!!! Teve comidinhas e bebidas no passeio de catamaran. Como íamos mergulhar, as bebidas alcóolicas só foram liberadas depois do mergulho. E para quem enjoa fácil, tome um Dramin antes, porque o catamaran balança bastante!!

Depois do mergulho ficamos numa praia da Margaritaville. LINDO!!!! Tinha uma barraca onde se vendia cerveja e o frango com tempero da Jamaica. Um frango assado apimentado. Uma porção de frango e duas Heineken deram U$11. Vale a pena! 

(Olha a cor desse céu e do mar!!!)

(pensa numa água cristalina)

E vai ter vários ambulantes vendendo correntes, bijuterias, cangas. Eu comprei uma canga, negociei horrores kkk De U$35 paguei U$15 O Diogo comprou um colar para ele. E muita gente vai te oferecer a Marijuana (maconha rs). O guia informa, na Jamaica não é legalizado o consumo de maconha. Trafico dá prisão, e o consumo uma multa de U$5. Ou seja, nada né? Rsrs E o pessoal lá não está nem ai, todos os ambulantes estão fumando, e você acaba fumando por tabela rsrs

Na volta ficamos no complexo da Margaritaville no porto, onde tem piscina, bar, restaurante. Lá o consumo é cobrado. Compramos apenas um drink, pagamos acho U$15.



COZUMEL

O porto de Cozumel é muitoooo movimentado!!! Muitos navios param lá, e tem muitas lojinhas pelo porto todo!!! Aqui é possível fazer os passeios por conta. Tem vários taxis, e você pode fechar o preço antes. Eu queria ver golfinho, e vi que o preço por fora estava igual o da Royal, então resolvi fechar com o cruzeiro.

Em Cozumel fechamos 2 pacotes. O primeiro foi uma visita num espaço para conhecer a historia do chocolate. Como eu quero abrir uma empresa de doces finos, me interessei nesse passeio.

Saimos do porto num micro ônibus até um resort, lá conhecemos a história do chocolate, como os mexicanos consumiam, e experimentamos alguns chocolates, e compramos também rs Depois fomos há uma pequena vila, onde havia a primeira igreja católica de Cozumel, e lá conhecemos uma fabrica de tequila. O engraçado é que eu não lembrava de ter isso no pacote kkk E detalhe, eu AMO tequila. Conhecemos a produção da tequila, como identificar uma boa bebida, vimos a planta que é extraído a tequila e... lógico...degustamos várias tequilas!! Kkk

Voltamos para o porto e fomos para o 2º passeio (já meio alegrinhos rs). Fomos ver GOLFINHOS!!! LINDO!!! EMOCIONANTE!!! INESQUECIVEL!!! Eu fechei o pacote que apenas tínhamos contato com um golfinho, iriamos interagir e tirar fotos. Havia um outro um pouco mais caro que você nadava com um. Mas eu não achei necessário, e realmente nem precisa. O que acontece é que você segura no dorso dele, e ele te puxa. Acho até um pouco cruel.

Nós demos beijinhos no golfinho, passamos a mão, dançamos. E ficamos um bom tempo. Não foi aquela coisa, beija, dança, passa mão, próximo!!!! Fomos em um grupo pequeno (8 pessoas), e o adestrador ficava explicando tudo sobre os golfinhos. Muito bom!! Neste pacote também estava incluso nadar de snorkel. Vimos o espaço destinado a prática e fiquei até chateada, porque era um espaço fechado. Já pensei: Não vou ver nada. Foi eu colocar a cara na água e levei um susto enorme!! Uma Arraia gigante passava por baixo de mim!!! Tinha 3 arraias, vários peixes. LINDO!!!

No complexo havia 2 restaurantes e 1 bar, e no pacote estava tudo incluso. Comemos e bebemos muito!!! Rsrs

A única coisa ruim foi comprar as fotos. Um absurdo!!! Mas conseguimos um desconto, pagamos U$174 por todas as fotos que quiséssemos num CD e a impressão de 2. No CD o total foi de 30 fotos. Sim foi caríssimo, mas estavam cobrando 4 fotos no CD U$84.


(realização de um Sonho!)

Bom gatinhas e gatinhos, esse foi o primeiro post sobre o cruzeiro. Espero ter ajudado um pouco vocês. Nos próximos vou falar sobre vestimenta, rotina no cruzeiro e o Chef´s Table.

Beijinhos!!! =^.^=

PS. Desculpa a demora de colocar este post no ar. Mas final de ano na aviação é uma correria, e eu não conseguia tempo para escrever.

Um comentário:

  1. "Mas brasileiro sempre acha um jeito de se dar bem, certo?" - Eike Batista
    http://static.comicvine.com/uploads/original/11112/111120432/4155012-3012169741-dont-.gif

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...